Respeito à vida | São Paulo dirigindo com responsabilidade
19 de maio de 2020

Estado tem o menor número de fatalidades de trânsito desde 2015

Ainda sob impacto da quarentena em função do Coronavírus, o Estado de São Paulo registrou, em abril, o menor número de fatalidades causadas por acidentes de trânsito desde o início da série histórica do Infosiga SP, em 2015. De acordo com o sistema de dados gerenciado pelo programa Respeito à Vida, do Governo de São […]

Ainda sob impacto da quarentena em função do Coronavírus, o Estado de São Paulo registrou, em abril, o menor número de fatalidades causadas por acidentes de trânsito desde o início da série histórica do Infosiga SP, em 2015. De acordo com o sistema de dados gerenciado pelo programa Respeito à Vida, do Governo de São Paulo, foram 340 vítimas fatais no período, redução de 24,4% na comparação com abril de 2019 (402 óbitos). Das 16 regiões administrativas do Estado, 11 obtiveram reduções nos índices. No ano, a redução acumulada é de 1,4%.

Fatalidades de trânsito no mês de abril

Chama a atenção a redução entre vítimas com mais de 60 anos e crianças e adolescentes com até 17 anos de idade. Entre os idosos, houve queda de 46,5% nas fatalidades (49 casos neste ano contra 97 em 2019). Já na faixa etária entre 0 a 17 anos, a redução foi de 90% (10 vítimas neste ano contra 19 no ano passado). Houve queda ainda de vítimas adultas com idade entre 30 e 59 anos (-19,9%) e entre jovens com idade entre 18 e 29 anos (-6,7%).

Nos quatro primeiros meses deste ano, o acumulado é de 1.585 vítimas fatais, o que representa uma redução de 1,4% na comparação com o mesmo período de 2019 (1.608 ocorrências). O Infosiga SP traz ainda estatísticas das 16 regiões administrativas do Estado. Em 12 delas houve redução dos índices, aumento em duas regiões e, em outras duas, os índices permaneceram estáveis.

Regiões administrativas

Santos -48% Itapeva -14%
Marília -33% Franca -13%
Central -29% RMSP -12%
Registro -29% Ribeirão Preto -5%
S. J. dos Campos -28% Bauru +86%
S. J. do Rio Preto -26% Araçatuba +83%
Pres. Prudente -25% Barretos 0%
Campinas -20% Sorocaba 0%

Modais

As estatísticas apontam ainda forte redução de mortes entre pedestres. Foram registrados 74 casos em abril deste ano contra 128 em 2019 (-42,2%). Entre ocupantes de automóveis, a redução foi de 16,8% (79 ocorrências em 2020 contra 95 no ano passado). Já entre motociclistas, houve aumento de 7 fatalidades (135 contra 128 no período anterior, +5,5%), enquanto entre ciclistas foi registrado um óbito a mais: 32 casos contra 33 em 2019 (+3,1%).

As vias municipais concentraram 56,8% das fatalidades e registraram redução de 8,5% nos índices (193 casos contra 211 no ano passado). Já nas rodovias, a queda foi de 27,8% (127 vítimas contra 176 em 2019). O principal tipo de acidente foi a colisão entre veículos (37,9%), seguida pelos atropelamentos e choques contra objetos fixos (ambos representam 21,5% das ocorrências).

Homens permanecem como o principal grupo entre as vítimas (86,8%), assim como os condutores dos veículos (64,4%). Mais da metade dos acidentes fatais (52,9%) aconteceram no período noturno e 45,9% nos finais de semana. As mortes registradas em hospitais representam 56,2% do total.

Foto: https://tinyurl.com/y9vgsulp

Imprensa

imprensadetran@sp.gov.br

*Exclusivo para atendimento de jornalistas